Terça-feira, 5 de Abril de 2011

Equivocos

No dia 11 de Março, horas antes da Cimeira, Teixeira dos Santos anunciou o PEC IV e revelou o congelamento das pensões.

Ao final do dia o PSD disse que não aceitava o PEC e iniciou-se a actual crise poítica. Seguiu-se José Sócrates a dizer que se o PEC fosse chumbado renunciava ao cargo de Primeiro-ministro.

Com a crise instalada e as eleições à vista, António Costa disse que Teixeira dos Santos criou um grande equívoco quando apresentou o PEC IV. Na manhã seguinte, foi a vez de José Sócrates negar o congelamento das pensões confirmando que houve um erro de comunicação.

Curiosamente, agora, na entrevista à RTP, foi esse o termo que utilizou: congelamento das pensões.

 

Estes "equivocos" podem sair caro. Em situações muito sensiveis deve haver todo o cuidado. Mais ainda quando a oposição tenta acentuar a imagem de que o PM não fala verdade.

publicado por rgomes às 19:18
link do post | comentar | favorito
|

.pesquisar

.Junho 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Equivocos

.arquivos

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds