Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Legislativas 2011

Legislativas 2011

29
Abr11

PS e PSD vão gastar 1.6 milhões de euros em comícios e espectáculos

rgomes

As cinco forças políticas com assento parlamentar vão gastar 6,5 milhões de euros na campanha. O PS é o que gasta mais, o CDS o que gasta menos. Os comícios e espectáculos levam a maior fatia.

O PS, com 2.2 milhões de euros, é o partido que mais dinheiro vai gastar na campanha eleitoral para as legislativas de 5 de Junho. Só em comícios e espectáculos os socialistas contam gastar 896 mil euros. O PSD prevê gastar 1,9 milhões, com 779 mil euros a irem para os comícios e espectáculos.

Segundo os dados disponíveis no site da Entidade das Contas e Financiamentos Políticos do Tribunal de Contas, a CDU (PCP/Os Verdes), com 995 mil euros, tem o terceiro orçamento mais caro dos partidos com assento parlamentar, o BE prevê gastar 704 mil euros e o CDS-PP 700 mil euros. Fonte: Público

27
Abr11

Entrevista de Sócrates bate a de Passos por 153 mil espectadores

rgomes

A entrevista a José Sócrates na TVI foi vista por 1,1 milhões de espectadores, batendo os 981 mil espectadores da entrevista de 11 de Abril ao líder do PSD. - O valor máximo de audiência média desta entrevista registou-se às 21:24, momento em que estavam presentes 1,4 milhões de indivíduos.

     

11 de Abril 2011 PEDRO PASSOS COELHO (PSD)   audiência: 981.860  share: 34.4%
19 de Abril 2011 PAULO PORTAS (PP)                                   953.550            30.6%
21 de Abril 2011 FRANCISCO LOUÇÃ (BE)                             973.230            33.0%
22 de Abril 2011 JERÓNIMO DE SOUSA (PCP)                        856.030            30.7%
26 de Abril 2011 JOSÉ SÓCRATES (PS)                                1135.040            40.5%
 


Aud. Média entrevistas                                                        979.942               33.8

fonte: Marktest

 

Por comparação veja-se os resultados da audiência de algumas das entrevistas políticas em televisão nos últimos anos:

Nos últimos anos, a entrevista que conseguiu obter um valor mais elevado de audiência média foi na pré-campanha para as presidenciais. Na TVI, Cavaco Silva conseguiu, em Novembro de 2005 uma audiência média de 17.8% (ultrapassando em certos momentos os dois milhões de espectadores). No mesmo grupo de entrevistas, Manuel Alegre obteve 13.8% e Jerónimo de Sousa 12.8%. Na lista das entrevistas que conseguiram mais audiência, vem depois  «Grande Entrevista a António Guterres» em 04/05/2003. Teve 12%. Segue-se a «Grande Entrevista a Cavaco Silva», em 06/03/2003 com 10.9% de audiência média. Ainda no formato de entrevista, Durão Barroso teve 8.5% em 16/07/03  e Ferro Rodrigues teve 8.1% em 11/11/03.
A entrevista a Cavaco Silva na TVI está no terceiro lugar do ‘Top’ de programas políticos.

27
Abr11

"Este primeiro-ministro é como o Tony Carreira"

rgomes

Inverteram-se os papéis.
Para quem viu a entrevista de José Sócrates na TVI, passamos a ter o líder do PS como vítima das circunstâncias, de uma oposição hostil e uma pessoa magnânime que perdoa tudo o que de mal lhe fizeram.
Ao contrário, o líder do PSD é um tirano, um obcecado pelo poder e nem entende que, na actual conjuntura, é necessário um entendimento entre as várias forças políticas.

A entrevista, neste domínio, foi de tal forma marcante e a performamnce exemplar que Santana Lopes até considera  que "Este primeiro-ministro é em certos aspectos como o Tony Carreira. Ele a cantar os seus êxitos é insuperável”.

26
Abr11

Construção da mensagem

rgomes

O PS quer marcar uma forte diferença em relação ao PSD: as preocupações sociais em contraponto ao neo-liberalismo.

Amanhã vai ser apresentado o documento programático. O DE antecipa hoje em título: "Sócrates apresenta amanhã programa eleitoral que aposta no estado social". Apenas em título. nada do conteúdo da notícia explica as medidas sociais ou justifica o título. Por outras plavras, a imagem -da preocupação social - já está criada. Só um erro grave a pode danificar.

26
Abr11

Redenção

rgomes

A Páscoa é momento de rendenção mas não para todos.

Lello, do PS, aventurou-se com comentários sobre o Presidente que originaram um boomerang pesado. Valia mais estar calado. O tempo não está para graçolas. Nem para erros tecnológicos, segundo relata o Público

P. P. Coelho, horas depois dos 4 Presidentes defenderem o diálogo, em vez de ir à boleia - como fez Sócrates - também se quis inspirar e perdeu, mais uma, oportunidade para estar calado.

21
Abr11

Feliz Páscoa

rgomes

Pedro Passos Coelho abriu a porta de casa para desejar Feliz Páscoa.

A realização do vídeo é pobre, do ponto de vista tecnico, mas pode ter sido propositado: comunicção directa, sem ser artificial, como o casal, uma família comum.

As elites não gostaram muito mas este não é um produto que lhes é dirigido. O target é outro.

20
Abr11

Sondagem Marktest

rgomes

Sondagem Marktest para TSF e DE em 21 de Abril:

PS - 36 %
PSD – 35 %
PCP – 8 %
CDS – 8 %
BE – 6 %
Não sabe/não responde  - 36%

 

Marktest/TSF/DE 25 Março
PSD   46,7 %
PS     24,5 %
BE      8.9%
PCP    6, 7%
CDS   6,3%

 

 

A variação deste resultado não tem explicação, menos ainda quando comparado com outros estudos de opinião que vão ser publicados.

Reitero o que disse quando da publicação da sondagem em 25 de Março que dava uma vantagem de 22 pontos ao PSD: “é bizarro é como alguns meios de comunicação social insistem em pagar estudos a empresas que já deram provas de que não acertam uma.”

 

Pág. 1/4

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D